segunda-feira, 14 de outubro de 2013

O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa- C.S. Lewis

O segundo livro(na ordem cronológica) e o primeiro a ser lançado das Cronicas de Nárnia, o Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa conta a historia de quatro crianças,Filhos de Adão e filhas de Eva, sendo elas Pedro, Susana, Edmundo e Lucia, que através de um guarda-roupa velho em um quarto quase vazio chegam em Nárnia, que agora está sofrendo um terrível e prolongado inverno , tudo isso graças ao poderes da Feiticeira Branca, a antiga rainha de Charn.
A primeira dos quartos irmãos a ir a Nárnia é Lucia, a mais nova entre eles, e lá ela conhece um fauno que vira seu amigo, algumas horas depois em Nárnia, ela volta e descobre que tudo que aconteceu lá durou apenas alguns minutos no nosso mundo e seus irmãos acabam não acreditando na sua historia. Depois de alguns dias os 4 acabam entrando no guarda-roupa e vão para Nárnia e ai a historia realmente começa.
O livro é bem direto, não dificultando a compreensão por ser um livro infantil, e é assim que gosto de um livro, uma coisa que achei ruim no livro foi a quantidade de paginas, bem que poderia ser maior, assim eu ficaria mais tempo lendo o livro.
Para terminar vou falar sobre a adaptação,
O livro foi a primeira adaptação da as Cronicas de Nárnia e foi o motivo
de me fazer procurar os livros do C.S. Lewis, então não tenho do que reclamar, o filme foi muito fiel, os efeitos foram bons e os atores que interpretaram os personagens foram muito bem.

Então claro que recomendo para vocês tanto o livro quanto o filme, que vão realmente te levar ao incrivel mundo de Nárnia.

2 comentários:

  1. Comprei a coleção completa das Crônicas de Nárnia em uma promoção do Submarino. Paguei R$ 14,90 e o livro é lindo.

    Sobre a história, em si, vou comentá-la de um modo geral, pois não lembro de cada história específica.

    O autor deixa bem destacada a relação entre Aslan X Deus e Nárnia X Terra quando descreve a criação daquele universo. Nesse ponto, é possível traçar alguns paralelos entre esses mundos.

    No geral, achei interessante, tendo em mente que é uma história infanto-juvenil (leio poucas obras juvenis; a maioria, por causa da minha filha). Mas destaco, também, a riqueza de detalhes com que C.S. Lewis descreve esse mundo que ele criou. Na minha opinião, mesmo que criar novos mundos possa dar mais possibilidades de criação a um autor, isso também exige mais controle e dedicação, considerando que ele deve se manter fiel às características, e deve escrever de um modo que os leitores 'comprem' a sua ideia.

    Minha história preferida foi a última (não me recordo o nome), por causa do paulama Brejero. Ele mistura um tom dramático e cômico, que me agradou.

    Os filmes também achei bem feitos, que mantiveram as características da história. Recomendo para o público juvenil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei triste por ter pago bem mais caro, concordo contigo, C.S deixou bem claro em o sobrinho do mago que Aslam é o Deus de Narnia, já nesse segundo nem tanto.
      Não terminei todos os livros, mas pretendo ler assim que possivel.
      Obrigado pela visita :)

      Excluir

Tecnologia do Blogger.

Os Jovens Leitores Copyright © 2015 - Design por Camila Solli.