quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Carrie, A Estranha - Stephen King


Sinopse: Carrie, a Estranha narra a atormentada adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, objetos voam, portas são trancadas ao sabor do nada, velas se apagam e voltam a iluminar, misteriosamente.

Aos 16 anos, desajustada socialmente, Carrie prepara sua vingança contra todos os que a prejudicaram. A vendeta vem à tona de forma tão furiosa e amedrontadora que até hoje permanece como exemplo de uma das mais chocantes e inovadoras narrativas de terror de todos os tempos.


Primeiro livro que leio do Stephen King, e também foi o primeiro a ser publicado por ele. Quase todos conhecem a historia do livro, até porque já teve varias adaptações para filme, sendo que a ultima foi lançada no ano passado (ainda não vi, mas quero ver). Mas pra quem não conhece vou dar mais uma explicação sobre a obra. Carrie sofre bullying pelos seus colegas de classe, e com o caso dela ter tido sua primeira menstruação as garotas levaram detenções e em ultimo caso seriam proibidas de irem ao baile. 
O fato de ser um tanto estranha se deve ao fato dela ter sido criada por uma mulher totalmente lunática, sua religião é extramente exagerada, ao ponto de achar até que o espelho induzia ao pecado. Por isso a vida de Carrie é so sofrimento, com qualquer coisa que acontece ela é obrigada a ir para um quartinho como castigo, e lá não poderia comer e ir ao banheiro, só poderia rezar até sua mãe achar que ela deveria sair.
O livro é narrado em 3º pessoa e também com uso de depoimentos, parte de jornais e livros que noticiaram o caso Carrie, as vezes ele parava a narração e entrava em um estrevista ou algo que explica o que havia acontecido, só que na visão de fora dos fatos, o que me deu uma dimensão dos fatos.
Para mim, o livro não tem tanto terror, pois o livro só me mostra o quanto os fatos que acontecem com uma pessoa o afetam, e claro o final foi uma vingança não uma coisa para se 'ter medo'.
Posso confirmar que com certeza vou continuar atras das obras do Stephen King, e espero que goste delas tanto quanto essas.

2 comentários:

  1. Oiii! Gostei muito do teu comentário de Carrie, estou lendo o livro, porém da editora Suma. Gostei do primeiro filme e logo fui assistindo os mais atuais. Gosto do modo com que ela da a volta por cima e confronta a mãe pirada. Pra mim, ela estava mais do que certa em levar todos com ela pro buraco, hsauhsaush! Andei olhando outro filme dele de nome "Desespero", acabei notando que ele sempre acaba apelando para o religioso, não sei se só eu notei isso. Mas no geral ele me parece um escritor bom.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Os Jovens Leitores Copyright © 2015 - Design por Camila Solli.