sábado, 29 de março de 2014

TAG: Doenças literárias



Oi gente, hoje vi uma outra tag e então vou responder, eu encontrei ela no blog Viciada em Livros



1) Diabetes: Um livro muito doce 
A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista - Jennifer E. Smith
Nlão costumo ler romances, mas li esse livro e achei ele muito bom, é muito doce (nem tanto assim), mas não me irritou em nada, e teve uma historia muito boa tanto no romance,quanto no desenvolvimento dos personagens.

"uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia."


2) Catapora: Um livro que você pegou pra ler, e nunca mais vai ler de novo

Lua Nova - Crepúsculo - Livro 2 - Stephenie Meyer
Li esse livro apenas por pedido de uma amiga, não achei a historia boa por me irritar com os pensamentos da protagonista e seus atos para ver o seu amado, o livro não tem quase nada de ação e quando achei que iria melhorar, ele volta a ficar monótono em pouco tempo

Para Bella Swan, há um coisa mais importante do que a própria vida: Edward Cullen. Mas estar apaixonada por um vampiro é ainda mais perigoso do que ela poderia ter imaginado. Edward, já resgatara Bella, das garras de um monstro cruel, mas agora, quando o relacionamento ousado do casal ameaça tudo o que lhes é próximo e querido, eles percebem que seus problemas podem estar apenas começando...




3) Ciclo menstrual: Um livro que você relê constantemente 

Harry Potter e o Cálice De Fogo - Livro 4 - J.K. Rowling
Posso dizer que todos os livros da serie Harry Potter são relidos frequentemente, mas acho que esse foi o que aconteceu mais vezes e pelo Projeto Harry Potter em 2014 será o próximo. É nesse livro que as coisas começam a ficar mais serias ainda, pra mim um dos melhores da saga HP. 

As férias de verão vão se arrastando e Harry Potter mal pode esperar pelo início do ano letivo. É o seu quarto ano na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, e há feitiços a serem aprendidos, poções a serem preparadas e aulas de Adivinhação, entre outras, a serem assistidas. Harry anseia por tudo isso. Porém, muitos outros acontecimentos surpreendentes já estão em marcha… Vocês nem podem imaginar!!!





4) Gripe: Um livro que se espalhou como gripe
Divergente - Divergente - Livro 1 - Veronica Roth
Seria clichê dizer que a culpa é das estrelas é a gripe, mas é verdade, mas como quis sair do cliche fui procurar uma outra gripe, e encontrei a Divergente, que de uma hora pra outra vi que todos estavam lendo e agora que vai ser lançado o filme vai aumentar mais ainda o publico leitor de divergente. Gostei bastante do livro, mas estou com medo de continuar a saga por saber que o final do 3º livro e ultimo livro é um pouco desagradável.

Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em 5 facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.



5) Asma: Um livro que tirou seu fôlego
Quem é Você, Alasca? - John Green
Adorei esse livro, muito divertido e também muito triste, meu momento que fiquei sem folego foi nos trotes da Alasca e  quando aconteceu aquela coisa com ela, que mudou todo o livro, não posso contar mais muita coisa sem contar o resto do livro

Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".




6) Insonia: Um livro que tirou seu sono 
Percy Jackson e o ultimo olimpiano #5 - Rick Riordan
Esse foi o ultimo livro da saga Percy Jackson, onde acontece o ataque de cronos ao olimpo Empire State e os semideuses tem que lutar juntos para tentar proteger Nova Iorque. Peguei o livro de noite e o devorei durante a noite, por não conseguir parar de ler até acabar

Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os Titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo titã. Enquanto os Olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem deter o Senhor do Tempo.Nesse quinto e último livro da série, o combate se acirra e o mundo que conhecemos está prestes a ser destruído. O destino da civilização está nas mãos do semideus anunciado na antiga profecia, e Percy está perto de completar dezesseis anos – a dúvida é: o herói será ou não capaz de tomar a decisão correta?




7) Amnésia: Um livro que você leu mas não se lembra muito bem 
A Família Spellman - Lisa Lutz
Não tenho certeza do que aconteceu no livro, mas lembro que achei ele bem engraçado, e de algumas poucas cenas, dei 4 estrelas no skoob, então devo ter gostado ao menos na hora que o li.

Se viver com um detetive não é fácil, imagine fazer parte de uma família deles: no lar dos Spellman, os filhos são iniciados na arte de seguir pistas antes que aprendam a ler, e problemas escolares são discutidos em uma sala de interrogatórios. Não satisfeitos com suas atividades profissionais, eles investigam incansavelmente uns aos outros e àqueles com quem se relacionam. É nesse ambiente que Isabel Spellman vive e trabalha, ajudando os pais a solucionar toda sorte de casos misteriosos. Claro que seus hábitos estranhos a atrapalham: seus namorados não suportam seu temperamento imprevisível e gostam muito menos de ser espionados o tempo todo. Agora, aos vinte e oito anos, Isabel chegou ao limite.
Ela quer ser normal e está disposta a mudar de profissão, mas só será liberada pelos pais se conseguir desvendar um caso estranho, sem solução há mais de dez anos, que acaba por se revelar o mais difícil de toda a sua vida...




8) Doenças de viagem: Um livro que te leva pra outra época/mundo/lugar
As Crônicas de Nárnia - Volume Único - C. S. Lewis
Ainda não terminei o livro único, mas com certeza vou terminar mais pra frente, a historia criada é muito boa e me faz querer ir visitar Nárnia também, ainda não tenho um preferido, mas logo vou me decidir.

Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso éO leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como As crônicas de Nárnia.
Nos últimos cinquenta anos, As crônicas de Nárnia transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Cada um dos sete livros é uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, e o resultado é um mundo ficcional que tem fascinado gerações.

12 comentários:

  1. O problema da saga Crepúsculo é que esse amor da Bella é meio doentio. Já li resenhas legais de Divergente, mas não fiquei muito interessada...

    Beijos,
    http://smellingbooksallday.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, o amor dela chega a ser doentio e não me agradou esse ponto; Divergente é muito bom, só estou com um pouco de receio de ler a continuação e chegar no spoiler que recebi.
      Beijos

      Excluir
  2. Quem postou isso? João ou Cleyvison???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi eu, o Cleyvison; quando o João postar ele vai entrar pela conta João Paulo Reis, e eu sempre posto pela conta "Mundo dos Livros"

      Excluir
  3. AAAA eu quero muito ler A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista :3 a capa é linda

    ResponderExcluir
  4. Li "A probabilidade estatística do amor À Primeira vista" e achei meio doce, mas não muito rsrs. "Quem é você Alasca?" ganhei de uma amiga e ainda não li, mas só leio resenhas positivas dele :D
    Beijos,
    Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O romance foi encaixado na quantidade certa pra não ficar muito doce; Quem é você, Alasca é muito bom, leia ele sim.
      Beijos

      Excluir
  5. Olá o/
    Lua Nova é realmente muito chato! kkkk
    As informações que tem nele, acho que poderiam ter sido encaixadas no Eclipse e Amanhecer, mas enfim, fazer o que né? kkkkk

    E Divergente vale a pena. Abstraia os spoilers e seja feliz =)


    Abraços!


    Meu Mundo depois da Meia noite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li Eclipse nem Amanhecer (pq não gostei nada de Lua Nova) e mesmo assim concordo que não aconteceu nada que justificasse mais um livro.

      Esse mês vou começar Insurgente, espero que goste.

      Abraços

      Excluir
  6. O Ultimo Olimpiano tirou meu sono também haha
    Não dou nada para Quem é Você Alasca. Na hora em que fui ler, acho que de receber tantas críticas de A culpa é das Estrelas, acabei odiando.
    Vi muitas resenhas de Divergente, então acho que em breve irei ler. Por ser tão "gripe" tem muitas resenhas mesmo e acabo sempre vendo alguma haha
    Beijos Fb

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu adorei Quem é você, Alasca.
      Leia sim Divergente, muito bom, espero não me decepcionar com o resto da trilogia.
      Beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.

Os Jovens Leitores Copyright © 2015 - Design por Camila Solli.