quarta-feira, 9 de setembro de 2015

[RESENHA] Jogador n°1- Ernest Cline


Titulo: Jogador n°1
Autor: Ernest Cline
Páginas: 464
Editora: Leya
Sinopse: Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade. Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna. Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência. A vida, os perigos, e o amor agora estão mais reais do que nunca.

A brilhante premissa do livro é a de fazer uma historia ambientado em um jogo de realidade virtual no futuro, mas repleto de referencias a década de 80 e todo a sua cultura pop, com aventura digna desse tipo de video-games, mas ainda lembrando aos incríveis pais do rpg, os jogos Dungeos & Dragons(apesar de ter nascido no final da decade de noventa, já joguei D&D também, e é incrível)

Wade Watts é um garoto de 18 anos que vive no mundo totalmente diferente do nosso, onde a fome e a pobreza é algo comum entre grande parte da população, já que a falta de emprego se encontra em níveis muito altos, mas um jogo, chamado OASIS, consegue fazer com que as pessoas consigam fugir desses problemas, já que nesse mundo tudo pode acontecer, desde de visitas a simulações de lugares reais e escolas dentro do jogo e a possibilidade de encontrar uma biblioteca virtual gigantesca (também conhecida como meu sonho) até as missões que é o principal atrativo do jogo.

Mas uma dessas missões é algo com uma recompensa MUITO alta, o controle de toda a empresa do jogo e o dinheiro do fundador da mesma. Essa missão foi dada por ele no dia de sua morte, mas alguns anos se passa e ninguém consegue avançar nem um pouco na caça as chaves que fariam com que um novo bilionário surgisse.

Os personagens secundários do livro se tornaram muito importante na historia, e achei que eles foram muito bem trabalhados, cada um de uma forma, mas gostei muito do melhor amigo do Wade. Já o romance, ocupa partes importantes do livro, mesmo não sendo nem de perto o foco principal do livro.

O livro será adaptado para o cinema com direção de Steven Spielberg, pela Warner Bros. então tem tudo para ser bom, e assim que sair mais novidades como escolha de atores irei informar aqui

3 comentários:

  1. Oii Cleyvison!
    Esse livro une literatura e games, duas coisa que eu adoro! Embora ele já faça parte da minha lista de desejados há muito tempo, ainda não tive oportunidade de ler. Mas por tudo que já vi sobre ele, incluindo a sua resenha, acho que vou gostar!

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/2015/08/promocao-vamos-colorir.html
    Mais Uma Página - tem promoção no blog, passa lá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A historia uniu muito bem as duas coisas. Espero que goste, e to participando da promoção também

      Excluir
  2. Amo muito esse livro, só fiquei um pouco confusa no final rssrs.
    bjs

    http://girlssweeet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Os Jovens Leitores Copyright © 2015 - Design por Camila Solli.